O título deste blog se refere a um apelido criado pelo meu avô para mim. Quando tinha ainda poucos meses, eu era bastante bochechuda, gordinha e branquela; por isso o nome. Portanto, oi, a pipoca sou eu! Meu nome é Nathália Mondo, nasci em 1990, amo pipoca, meu avô, livros e chocolate. O tempo passou; ganhei muitas pintinhas e não sou mais tão redonda assim, mas ainda continuo bochechuda, branca demais, e estourada – a paciência não é meu forte.
Gostaria muito de que cenas como a foto do vovô com uma menina loira no colo lendo um livro, que ilustram a capa deste blog, tivessem acontecido em minha infância. Mas meu avô Mário só cursou até a terceira série, ou seja, seus conhecimentos literários mal passavam da formação de palavras e frases e nada sabia sobre livros. Mas isso não fez dele um homem desencantado com a cultura. Sempre foi um dos meus maiores exemplos de inteligência e uma das pessoas que mais incentivou minha educação, seja me levando pela mão até a escola, ou me ensinando coisas importantes do cotidiano, que teve de aprender na marra - como quais vitaminas tem na acerola, qual a melhor época para se cortar cabelo ou plantar um pé de manga, ou que doces são as melhores coisas da vida e que devem ser comidos antes do almoço, para abrir o apetite, e depois da comida, para adoçar a boca.
Acho que a falta de oportunidades que pessoas como meu avô, com inteligência e dedicação excepcionais, tiveram é que me fez escolher a carreira de professora, cargo que, a despeito de todo o preconceito e mal olhado hoje, sempre foi glorificado por ele, homem da velha guarda que ainda via no mestre muito respeito e carinho. Fui estudar Letras – orações subordinadas, teorias do discurso, crítica literária e cinematográfica, literatura, livros, livros e livros. Este ano voltei para a universidade, mas agora com História, com os mesmos objetivos: aprender o máximo que puder, para poder ensinar depois o máximo que conseguir.
Esse sempre foi meu sonho e fico feliz de já estar conseguindo realizá-lo com meus vinte e poucos anos – apesar de todo o medo de ser uma recém-ex-adolescente dando aula para os atuais adolescentes. Mas é por essa proximidade, mais que pelo estudo todo, que entendo os déficits que nossa educação deixa para trás. Por isso este blog e o canal, um caminho moderno, usado constantemente pelos jovens, mas agora, quem sabe, para fins como o incentivo à leitura e à formação do pensamento crítico.
           Meu avô faleceu há pouco menos de um mês – dia 18 de junho de 2014 – e por ele e para ele, com um misto de alegria e tristeza, que faço esse blog.

4 comentários:

  1. Gabrielle Abdala12/08/2014 17:48

    Que lindo!! Senti daqui todas as emoçoes tao bem descritas! Parabéns, pipoca! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, linduxa! Amor demais por vc!

      Excluir
  2. Que lindinha Nathália :) Adoro seu blog, acho o conteúdo rico e interessante. Estou te acompanhando também pelo canal no Youtub, parabéns e sucesso!.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... Obrigada... fiquei com vergoinha agora.... hehe. O blog/vlog pra mim são mais do que apenas falar sobre o que gosto de ler...
      Obrigada pelo carinho e passe sempre por lá ou aqui pra gente trocar opiniões sobre livros, vida, amores... hehe
      Bjos

      Excluir

  • Skoob
  • Instagram
  • Facebook
  • Youtube

Labels