domingo, 4 de janeiro de 2015


Todo ranzinza tem sua kriptonita

            Ganhei o livro de presente e reservei para tentar fazer uma maratona literária, em que leria um livro por dia, já que este é bem fininho. Entretanto precisei de algo rápido e tranquilo para ler intercalado com um livro mais denso e ressuscitei “A vida do livreiro A. J. Ficry”. Não sabia nada sobre o romance e acho que isso me ajudou a gostar ainda mais da obra. Não sabia nada dele, não esperava nada dele. E me surpreendi a cada página.
            O enredo de início para o típico de uma comédia romântica: o moço solitário, que já se acha velho, sem esperanças e ranzinza. Até o dia em que a mocinha dos seus sonhos aparece para curar suas feridas e baixar sua guarda, derretendo a armadura, como a kriptonita do Superman. Mas o mais legal é que essa mocinha não é quem nós esperamos. E o que deveria ser uma comédia romântica vira um drama familiar, depois uma crítica ao sistema assistencial do país, depois sim um romancinho, depois uma investigação policial, aí de novo um drama familiar, aí... GENTEMMMM! Uau...
            Tem emoção o suficiente, piada o suficiente, mistério, ação... tudo na dose certa. E em 120 páginas. Sem enrolação. Com a profundidade necessária. Ok que a forma não é lá de um Guimarães Rosa. Mas está mais do que bom para um livro para se ler nas férias.
            Li em uma tarde e confesso que fui obrigada a largar a leitura obrigatória com a qual tinha me comprometido até terminar esse chuchuzinho aqui. É. É essa a palavra: chuchuzinho.

            Simplesmente me diverti. Aconselho para uma leitura despretensiosa, na praia. E, se possível, sem saber muita coisa previamente a respeito do livro. 
Escrito por Nathália Mondo Data: 1/04/2015 02:57:00 PM 2 comentários

2 comentários:

  1. Esse livro realmente é bem falado! Espero ler ele agora em 2015
    chamandoumleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Vc vai adorar. É levinho! Uma delícia!

    ResponderExcluir

  • Skoob
  • Instagram
  • Facebook
  • Youtube

Labels